ARTIGOS NOTÍCIAS Paulo Henrique Cunha

Gerente de Projetos e Analista de Negócios – Uma parceria de sucesso

Mudanças Organizacionais

O mundo dos negócios atravessa um período bastante turbulento. Modelos de negócios desaparecem do dia para noite. Novos modelos surgem e criam diversas oportunidades, tornando obsoletas as formas antigas de trabalho. Para o bem ou para o mal as mudanças que se apresentam, quase que constantes, representam um desafio para o gerente de projetos.

Os projetos são fundamentais para a entrega de resultados vitais para a sobrevivência do negócio. Nos últimos anos um papel tem recebido grande destaque por sua contribuição positiva ao sucesso dos projetos – o analista de negócios. Apesar de não representar uma completa novidade, o papel de analista de negócios tem ganhado novos contornos e, por conta disso, seus impactos são percebidos com entusiasmo pela comunidade de gerenciamento de projetos.

O Analista de Negócios

Analista de Negócios

O analista de negócios é aquele que identifica oportunidades/problemas e recomenda soluções antes mesmo de um projeto ser iniciado, ou seja, identifica aquilo que as pessoas no negócio desejam e precisam para tornar a organização mais eficiente. Portanto, estas soluções se transformarão em projetos que vêm atender as necessidades organizacionais.

Por ser um papel envolvido em tarefas de facilitação, o trabalho do analista de negócios requer muito mais do que apenas o conhecimento do negócio, exige o conhecimento e prática de técnicas e ferramentas que permitam a esse profissional o exercício efetivo de suas atividades.

As Contribuições em Projetos

No trabalho de identificação de necessidades organizacionais o analista de negócios identifica o escopo da solução em alto nível. Este é melhor entendido à medida em que se faz um trabalho contínuo de elicitação dos requisitos e daí se aprende o que realmente satisfaz as necessidades das partes interessadas.

Após a aprovação da solução recomendada, um ou mais projetos são iniciados. O gerente de projetos recebe então a missão de “tocar” o projeto e garantir que o mesmo entregue o produto, serviço ou resultado esperado.
Durante o projeto as contribuições de um analista de negócios são inúmeras. Por conhecer bem a necessidade do negócio, que deveria ser a origem de todo e qualquer projeto, o analista de negócios suporta o gerente de projetos ao fornecer insumos para que este entregue não apenas “o projeto”, mas para que “o projeto” realmente se traduza em benefícios para o negócio e para as partes interessadas nele.

Dentre as principais contribuições que o analista de negócios traz ao projeto podemos citar, entre outras, a(o):

  • Identificação das partes interessadas que podem fornecer informações para melhor se entender o escopo da solução;
  • Elicitação dos requisitos;
  • Suporte o gerente de projetos no planejamento de utilização recursos;
  • Suporte o gerente de projetos na validação de mudanças no escopo;
  • Identificação dos possíveis impactos de mudanças no escopo do projeto;
  • Comunicação às partes interessadas a informação necessária no tempo adequado;
  • Avaliação em parceria com o time se o projeto vai realmente entregar os benefícios esperados.

Além disso, ao final do projeto, você já se perguntou quem irá avaliar se o valor entregue pelo produto do projeto continua entregando os benefícios prometidos? Pois bem, é responsabilidade do analista de negócios fazer esse trabalho. É uma baita responsabilidade e contribuição para o time de projetos. Você não acha?

Os Benefícios

Dentre os tantos benefícios que essa parceria de sucesso entre gerentes de projetos e analistas de negócios trazem, gostaria de citar abaixo algumas delas:

  • Maior proximidade do time de projetos com as partes interessadas;
  • Pronta correção do rumo do projeto em função desse contato estreito com as partes interessadas;
  • Maior fluidez na condução do projeto;
  • Maior aceitação dos impactos do projeto no negócio;
  • Entrega do resultado do projeto completamente alinhado às necessidades do negócio.

Há muito se fala que ao gerente de projetos não basta apenas entregar o projeto no prazo, custo e escopo, este precisa estar atento à qualidade. Mais que isso! Precisa se preocupar com um conjunto de palavras que nos últimos anos tornaram-se praticamente um mantra – entrega de valor.

Sendo assim, seja no papel de gerente de projetos ou analista de negócios, o objetivo final de todo e qualquer profissional é contribuir para que o negócio opere de forma mais eficiente e sobreviva às condições do mercado, sejam elas favoráveis ou desfavoráveis.

De todas as verdades já proferidas, gosto de afirmar que aquele profissional que não está envolvido diretamente no trabalho de criação de resultados perceptíveis está fadado a ser substituído. Portanto, a pergunta que faço é a seguinte: “Se concordarmos que o Analista de Negócios tem uma alta capacidade de trazer valor aos projetos, o que impede de você, como gerente de projetos, de ter um analista de negócios em seu equipe no próximo projeto?

Workshop Marcelo Neves O Analista de Negócios

Por Marcelo Neves (O ANALISTA DE NEGÓCIOS), revisado por Paulo Henrique Cunha (GERENTE DE PROJETOS PRO).

Sobre o autor | Website

Inscreva-se na nossa lista para ter acesso às notícias e promoções em primeira mão.

100% livre de spam.